quinta-feira, 22 de novembro de 2007

O consumo da informação... será que vou ficar consumista?

Ontem, um pouco depois da 19h, no Auditório. Zélia Gattai, na Faculdade Jorge Amado, assisti ao Seminário “O consumo da informação e as novas tecnologias”.

Nesse meu blog, o objetivo não é dar um tratamento convencional para a notícia. Aliás, eu nem tinha muita noção desse aspecto do meu blog. Para mim´ele é apenas o raio -X (ou raio - B) da minha alma... só!

Eu estava lá e vou relatar sob minha ótica particular, sem compromisso técnico nenhum, combinado? Aliás, eu escrevo sob pseudônimo justamente pra ter mais liberdade... liberdade total... pra falar do jeito que eu quiser e única e exclusivamente segundo meu estado de espírito!

Foram três temas bem interessantes, os palestrantes estavam muito à vontade nas suas apresentações e o Moderador, Messias Bandeira é o máximo. Tudo que tem o nome dele vinculado, vale a pena ir conferir... Aliás, a palestra (gratuita) do Richard Stallman também foi organizada por ele... Já nos vimos quatro vezes. Mas é uma visão real/virtual, pois estar num lugar materialmente não significa que estejamos para o outro. Então, ele estava lá pra mim, mas eu não estava lá para ele porque ele não me conhece... ainda!

Em outra ocasião, foi numa palestra na FACOM (sobre cibercultura, que naturalmente adoro). Faz tempo e nem me lembro que ano foi.. mas lembro que ele é extremamente didático... Com seu terninho, seu lap top e sua voz articulada e suave ... é carismático também..

Isso da voz é importante, porque alguns palestrantes passam muito stress na voz. Eu acho o André Lemos estressadinho na voz! Mas tudo bem, o conteúdo dele supera essa velocidade e jeito de falar.

Sim, mas na palestra do Messias há não sei quantos anos, acontecia uma coisa interessante, tudo que eu pensava em perguntar, ele no discurso respondia... Ou seja, eu não tinha uma dúvida sequer no final! Das duas uma, ou ele lê meus pensamentos, ou realmente eu não tinha o que perguntar... e olhe que sempre tenho...

Mas as palestras de ontem foram realmente maravilhosas! Alex Primo, muito dinâmico, muito jovem (e porque não dizer, muito gatinho - risos) conseguiu trazer o tema “Interação mediada por computador” de forma tão empolgante, que se eu já não escrevesse um blog, passaria a escrever dali em diante... Minhas colegas do curso do IAT (colegas? Elas são é professoras da UNEB e do curso que tou fazendo e adorando...Mas são colegas, visto que também sou professora – não da UNEB... da famosa escola pública!) compraram o livro...
Levei lá pro Alex autografar...
Com um click você entra no mundo dele...

http://alexprimo.com/2007/10/29/o-grafo-nao-e-a-rede

Pô, eu vou ler!!! Queria comprar também, mas tava durinha, durinha, pra variar... Um dia vou escrever sobre os perrengues financeiros... disso eu entendo como ninguém!

Gente, o que eu aprendi lá é uma experiência única... bacana... Vocês que não foram perderam!!!

Depois veio o Antônio Cabral (gato também... oh, que mesa mais interessante! De todos os pontos de vista!) e falou sobre “Autor Coletivo e direitos autorais”. Falou objetivamente, claramente e contextualizadamente... Vixe, que avaliação mais técnica!

Rapaz, eu escrevo poemas direto no blog... mas agora posso respirar aliviada... a net é um registro que conta... Me sinto tão protegida!

Então, não peguem meus poemas e digam que são seus! Mas leiam, divulguem, usem! O objetivo é divulgar... aos poucos vou postando mais... registrados só 65... Xi, eu escrevo com pseudônimo.... Os poemas da Amazona Virtual tem uma autora real... Bom, mas eu também respondo pela Amazona... Então não vou revelar quem sou... embora meus leitores saibam (por enquanto são todos amigos!)

Voltando a palestra, Antonio Cabral é ainda mais jovem que Alex Primo... acho que nos seus momentos de lazer ele deve surfar...se não surfa, deveria... tem toda pinta! (risos)





Bom, aí veio Marcos Palácios. Discorreu brilhantemente sobre “Multivocalidade, participação e jornalismo na web: o lugar dos profissionais”. Ele é um senhor de atitudes muito jovens... Imagino que seja irreverente em alguns momentos da vida. Uma vez li um conto dele... Esses personagens de conto muitas vezes são nossos lados B aflorados...Não sei... só perguntando... Dei risada quando ele falou dos quatro C... Segundo ele, os jornalistas não devem se preocupar, embora com a net todos tenham um espaço paras as suas produções...

Bom, me preocupo em não me delongar demais. Em ser sintética pra não te cansar... Porque eu escrevo pra você... isso mesmo... e espero seu feed-back...

No mais, eu não vejo TV quase nunca...só pra poder assistir coisas bacanas, ler coisas bacanas e colocar dentro de mim algo mais...

Ontem eu tava com uma enxaqueca daquelas...tomei uma injeção de dipirona. Aqui no IAT tem um posto de enfermagem...tava fechado. Do lado tem uma unidade do SAMU (192). Eles atendem emergências... Pô, eu no curso morrendo de dor era uma emergência...Falei com a médica...com todo jeito... ela passou a a injeção...eles não tem em drágeas... Pô, a danada da injeção dói pra valer... e eu detesto qualqur tipo de remédio...mas tomei... e valeu a pena... Porque senão, não teria ido na Palestra...



PS - O Professor Edvaldo Boaventura tava lá...a 50 cm de mim... Mamy é que conhece ele...por causa de Castro Alves e tal... um dia falo sobre isso. Também tinha o lado formal representado na mesa... os senhores que discorreram um pouco sobre TIC e representavam a Faculdade e o Jornal A Tarde... Bom, eles patrocinaram o evento, que foi de graça...vai aqui meus parabéns pela iniciativa. Coisas gratuitas são mais difíceis de acontecer... e o saber, deveria ser algo mais acessível, não acham?

Um comentário:

Lindinete disse...

Realmente a tecnologia da infomação e comunicação bateu record no mes de novembro de 2007 para o meu deleite com:Semana,Simpósio, oficinas e palestras, em vários locais de Salvador.Foi um Festival de aprendizagem promovido pela Ufba Uneb,e Governo da Bahia.
quando Pirre Levy esteve em Salvador assistí suas duas palestras ele era extremamente simples, foi tão fácil entende-lo que a apartir deste dia passei a participar de tudo que é promovido neste campo.
Aproveito para dar os parabéns as entidades que patrocinaram os eventos e aos professores que facilitaram e trocaram experiência nossa compreenssão. Ps Acho André Lemos muito competente(ps)(...)Ele não é estressado (defesa)Todo mundo que eu conheço da area de Cibercultura é rápido mesmo, acredito que quem usa muito o micro
termina sendo mais rápido do que a máquina. Lindinete Pereira