quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Etienne Delacroix e a metareciclagem

A 6ª Oficina de Inclusão Digital continua acontecendo...
Ontem eu fui peregrinando pelas oficinas até chegar na que mais gostei.

Eita que é gente! Uma verdaeira fauna humana...
Lembra que eu falei de um "stand" extremamente interessante, com computadores e equipaemntos reciclados? É justamente a "instalação" de Etienne Delacroix ( na foto ao lado ele é o careca!) Tiramos (Eu e Mamy, que pra quem não sabe é jornalista) umas fotos no celular com ele, mas ainda não sabemos enviar por e-mail...tenha calma que depois atualizo!

Bom, fui pra oficina dele que tinha cerca de 15 pessoas...

Ettiene é um belga muito simpático que fala bem o português e realmente sabe o que faz e diz. Seu trabalho é interessantíssimo e reúne arte, computadores e o que sobra deles depois de um tempo...
Uma das coisas que eu costumo observar nas pessoas de quem falo é como elas são (ou como se apresentam) e como agem. A simplicidade, a objetividade e os ideais de uma pessoas são suas molas propulsoras...
Ao final da oficina, conversamos um pouco com Etienne e trocamos e-mails. O que eu já ia fazer (jogo tudo e todos no Google!) ele recomendou, para sabermos mais sobre seu trabalho... e haja coisas sobre ele!
O trabalho de metareciclagem é algo muito novo pra mim... não me sinto a contade de falar sobre o que ainda não senti direito, sobre o que não vivenciei... tem um texto muito bom no Overmundo...
Sobre Etienne tem um texto legal em http://br-linux.org/linux/node/947 de onde retirei algumas coisas de uma entrevista que ele deu...
" E nós perguntamos: o que fazer com um computador velho? Delacroix responde: 'máquinas velhas e o que está dentro delas é conhecimento congelado', afirma o professor que não só ensina seus alunos como funcionam os computadores, mas os instiga a produzir arte a partir delas. 'Se não montamos 'ateliê-labs' ou desenvolvemos programas, fazemos bijuteria com as peças'.
Delacroix enfrenta a resistência acadêmica em reconhecer esta arte jovem, surgida nos últimos 20 anos, produzida com o emprego de tecnologias digitais: 'o primeiro passo é tomar o computador como um meio bruto e perceber que ali dentro temos paisagens, material criativo'. Sobre Software Livre, ele é enfático: 'SL combina com a condição artesanal do povo'.
Legal, né?
No mais, o evento em si tá meio desorganizado sim... Sei o trabalho que dá porque já coordenei um ENEB (Encontro Nacional de Estudantes de Biologia) em 1996, quando naturalmente era estudante e levamos mais de 700 estudantes para Recife... era uma loucura! Imagine alimentar, hospedar, oferecer mini-cursos e noites culturais pra todo esse pessoal... Mas as coisas estão acontecendo conforme o planejado... Vou segurar a língua porque é muito simples ir como participante e perceber as eventuais falhas.
No geral, a Oficina é uma inicativa muito importante. Como já participei na semana passada de um simpósio muito bom (depois comento!) e faltei três dias no trabalho (afinal, ninguém é impedido de se atualizar nas escolas públicas... só não pode ser toda semana, né?), nessa Oficina fui apenas na abertura (troquei meu dia de folga), numa pelnária (meio devagar) e a oficina do Etienne (a tarde eu não estou em sala de aula).
Amanhã, 9h a plenária sobre "Inclusão Digital e uso intensivo de TICs nas Escolas" terá a participação de Nelson Pretto (que eu tabém admiro... gosto de pesquisadores que desmisticam o saber... que sabem palestrar com eficiência e humor...) Não vou poder ir... oh, que pena! Também, tudo acontecendo em novembro!!!!!
Até já...

2 comentários:

Relapso disse...

Olá,

Sou artista plástica, e tb trabalho com o lixo digital, se vc tiver tempo dê uma olhada aqui:
http://relapsoblog.blogspot.com/
e aqui:
http://nanahayne.wordpress.com/sobre/

bjs

Amazona Virtual disse...

Legal seu blog e sua arte! Parabéns!
Como chegou no meu?