domingo, 27 de janeiro de 2008

O copo está quase cheio...

Sabe aquela coisa de otimismo... um copo meio é quase cheio prum otimista e quase vazio pro pessimista.
Eu sou quase uma bomba relógio pra algumas pessoas... prestes a explodir... Na cabeça dessas pessoas, surge um misto de Medusa e Medéia... tudo muito trágico...
Não sei porque estou usando o plural... na cabeça dessa pessoa é que sou assim... uma coisa inconcebível... um misto de falta de educação e teimosia... Aí tem dias também que na cabeça dessa mesma pessoa eu sou uma pessoa linda, que escreve coisas lindas e tal...
Quer saber? Cansei dessa montanha-russa emocional... cansei... eu sou uma pessoa normal. Trabalho, estudo, tenho lazer, como decentemente, tenho amigos, filhos, família, viajo, pago minhas contas, faço sexo, enfim... eu sou um copo cheio... Busco alguém semelhante... Alguém muito diferente de mim, só pode dar o que tem... e não é felicidade... E eu sou feliz!!! E eu acordo e agradeço a Deus por mais um dia... e planejo meu dia... Eu sempre tenho coisas interessantes pra fazer... e pra dizer!
Eu tou muito chateada... depois de ler a Super desse mês, resolvi ligar pra Cara Pálida... primeiro que ultimamente o diálogo consiste muito mais num monólogo dele... que descamba em coisas que eu já ouvi, ou já sei, ou que me chateiam... Por que então insistir? Por que? Realmente, não faz sentido... Mas nada em minha vida é inexplicável por muito tempo... os poemas se foram, juntamente com a inspiração... resta o desejo de ver alguém de quem se gosta operar alguma mudança em sua vida! Porque, CP, é fácil ver e cobrar que os outros mudem! Mude você! Seja você capaz de realizar uma simples mudança da sua rotina... os meus pequenos defeitos, não me tornam uma pessoa anti-social ou improdutiva... então, talvez eu não precise mudar nada agora... já os seus defeitos... Então, faça-me um favor: descubra as suas próprias necessidades de mudanças... opere essas mudanças... quando você fizer isso, aí sim, terá experiência suficiente pra me dizer como é que se faz... E como diria Jesus... é fácil enxergar o cisco no olho do outro... e não ver a trave no próprio olho...
Inté... que eu tenho mais o que fazer do que destilar veneno (risos)...
Mas é isso... palavras podem nos fazer bem ou mal... pessoas também... Meu copo está quase cheio... e o seu?
Amazona

Um comentário:

Cara Pálida disse...

O meu já transbordou faz tempo.

Por que então insistir? Por que? Realmente, não faz sentido...

Concordo, não insista.