quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Dialogando com a Escola de 1º grau Jesus Cristo - Meu primeiro documentário

Hoje eu vou falar da arte no meu processo de vida... Do que faço, como faço e porque faço... Porque me sinto artista também...
Eu tenho uma paixão muito grande pelas artes de maneira geral, mas cinema e teatro sempre ocuparam um espaço maior quanto a consumo. Onde vou com mais frequência? Ao cinema!!! Tenho várias turmas com grupos de teatro com diferentes produções... é muito bacana também!!!! Adoro! amanhã, dia da Consciência Negra, um dos grupos de teatro (ainda sem nome) lá da 7M2 da Escola Jesus Cristo, vai se apresentar na FACED num evento que comemora o dia 20/11... Vamos nos apresentar às 8:00 na prórpia escola e depois, às 12:30 na FACED... Os meninos e meninas desse grupo estão superfelizes...
De uma primeira apresentação que ocorreu na turma de Sérgio Farias, da qual faço parte, uma integrante do DA de Pedagogia nos fez esse convite... Aí, fizemos uma nova "peça", focando nos preconceitos raciais... Gente, vocês não avaliam o quanto esse processo criativo, lúdico e de conscientização é importante... Dá um trabalhão, justamente porque sou professora deles de Ciências... não temos muito tempo juntos pra ensair... Mas todo mundo sabe, trabalhar comigo é não ver as dificuldades... Da primeira vez, pegamos dois ônibus, foi um corre-corre... Dessa vez, o ônibus da UFBA vem nos buscar!!! Isso já nos tranquiliza, pois fico preocupada quando tro o alno da sala... a responsabilidade é enorme! Mas, tudo dá sempre certo!!! Não poderia ser diferente, né?
Destaco a liderança de Lidiane (14 anos) que além de ser minha "assistente de direção" (risos) é também uma das mais criativas roteiristas, pois todos os alunos também contribuem para o roteiro. As nossas "peças" são construções coletivas... eu procuro não interferir muito... deixando-os livres para criar... Até porque eles fazem as peças para um público da mesma idade deles... Mas o resultante e muito bom!!! Vocês precisam ver! Temos muitos talentos natos nas escolas públicas, gente!
Música é algo que faço esporadicamente, embora em 2009, lá pro final eu pense que estarei com meu primeiro demo pronto... Com composições exclusivamente minhas, claro.


Poesia, por não exigir muito mais do que palavras (e algum muso inspirador, porque só escrevo "sob forte emoção") é o que mais tenho feito ao longo dos anos... Também está na hora de editar alguma coisa... Registrei o primeiro livro "Fragmentos da Ilusão", por uma questão de direitos autorais e porque também é muito fácil fazer isso (na Biblioteca Central, na época... não sei como é atualmente)...


Eu nunca mais pintei... estive na sexta (14.11) numa exposição tão ruim, que fiquei mais uma vez pensando: "nooooosssa... ela morreria de fome se dependesse de sua arte pra viver" .Mas entenda, gosto não se discute... Talento também não... Não sou tão boacomo artista plástica... mas me considero boa em outras coisas... Mas não me considero medíocre em nada que faço... Também não sou megalomaníaca... Eu acho!!!! Só me tenho em alta conta, né? Depois fui a outra exposição (boa) no Palacete das Artes... Depois fui ao World Bar, mas fiquei pouco...cansada, né?
O meu primeiro documentário foi gravado ontem (17.11) lá na Escola jesus Cristo. Tem mais de 20 depoimentos das várias pessoas que fazem ou fizeram parte da escola. Levou 4,5 horas pra ser feita a filmagem e teve cerca de duas horas de material. Vai ser reduzido para 30 minutos... Ficou muito bom... Porque documentar educação, em uma escola pública que dá certo é muito gratificante! Como surgiu o documentário? Seguinte: na disciplina Educação no Mundo (FACED/UFBA), foi pedido, além do seminário e do artigo, um vídeo sobre o tema. Escolhemos educação nas Américas e demos um recorte... afinal é muita coisa, né? Escolhemos evasão e repetência, justamente porque a Escola Jesus Cristo tem a menor taxa de evasão do Estado da Bahia (próximo de zero). Eu trabalho lá há dez anos... Foi muito bacana realizar esse documentário... a arpesentação dele será amanhã à noite no encerramento da disciplina em uma confraternização na casa do Professor Dante Galeffi, que juntamente com Cesar Leiro são os responsáveis pela disciplina. Eu noto que vou ficando mais leve à medida que vou vencendo esses desafios das disciplinas do Mestrado... E que também são justamente esses estudos que abrem caminhos e possibilidades...
Esse é primeiro documentário de muitos que virão... Vale salientar que o cinegrafista, Fernando Barros (contratado com recursos da nossa equipe do curso, que conta com Janice Lando, Elisabeth Cavalcanti e Josevaldo dos Santos) foi muito importante nesse trabalho. Ele é experiente, paciente e fez tudo do jeito que eu quero... Gostei! Vai que eu viro cineasta e a primeira pessoa que contrataria é ele, que como eu, gosta de trabalhar com tudo bem feito... perfeito... Ah, e pra variar, tudo com o tempo apertado... Filmamos ontem, fui lá hoje pela manhã pra indicar os cortes e amanhã de manhã tem que estar pronto!!!! Todo mundo que trabalha com edição sabe que está saindo a jato!!!! Então, também tenho essa caracterítica... de trabalhar num ritmo acelerado...
No mais, os depoimentos são muito bons... Só vocês vendo mesmo... Vou procurar inscrever esse documentário em algum festival... Ah, e penso em comprar uma câmara profissional... e é claro que quando o tempo permitir, fazer algum curso bom na área... Tudo que fazemos com prazer, se constitui em uma atividade de lazer... Então, esse documentário pra mim foi além de tudo, um motivo de alegria!
Bye

Um comentário:

rubens de jesus santana disse...

Oi, tudo bem? Espero que sim.
Sou formado em História com Concentração em Patrimônio Cultural (UCSAL), e fiz meu TCC com o título "A MANSÃO DO CAMINHO E A ESCOLA JESUS CRISTO NO CONTEXTO DO BAIRRO DE PAU DA LIMA" e gostaria de ver seu material, pois ainda vou continuar meu trabalho de memória do bairro de Pau da Lima.Meu e-mail è rubensjsjunior@gmail.com.
Att,
Rubens.