domingo, 16 de março de 2008

O meu tempo tá escasso!

Eu sempre digo para as pessoas que se dizem sem tempo: "Tempo é uma questão de prioridade!". E é mesmo. Eu tenho uma vida bastante corrida, mas nunca deixo de fazer as coisas que são prioridade para mim... ou que me dão prazer... ou que são importantes... então, esse papo de não tenho tempo e não tenho vida social não combina comigo!


Hoje era pra gente conhecer a mãe de Yasmin... mas Al me deu um tremendo bolo!!! Fiquei arretada, mas agora já passou. Beu esteve aqui com Dark, então meu esforço pra fazer o camarão empanado e o estrogonofe não foram em vão! Ele confirmou que gostava do meu bolo massudo e entre outras coisas, confessou que me traiu depois de 4 anos de casamento... pense na bomba!!! Eu não sabia disso... tudo bem, já passou... mas eu não sabia que isso pudesse ter acontecido tão rápido!! Então, minha concepção continua sendo a mesma... ninguém é fiel por muito tempo mesmo! Melhor confessar logo... e aceitar o outro como ele é... Bom, não vou bater nessa tecla de novo... ninguém entende o que é isso e os conceitos arcaicos de fidelidade (que ninguém de fato respeita!!!) continuam aí... precisamos aprender com os homens!


Comecei a disciplina no Mestrado em Educação da UNEB na sexta... São 27 mulheres e 3 homens. Algo muito próximo de um harém intelectual, sabe?

Fiquei de digitar a lista de e-mails e administrar o Moodle e já tomei providências nesse sentido. Muitos não conhecem o Moodle ainda, e quando discutíamos como seria a nossa comunicação, a maioria não queria o Moodle porque ainda não o conhece... Mas isso é fácil... se aprende fácil!
Geralmente as pessoas são resistentes para aquilo que não dominam, né?


Conversei som Regina pelo MSN (com fone e microfone, que substitui o telefone, né?) e deu pra botar boa parte dos assuntos em dia. Ela voltou pra Brasília e está feliz de novo com o seu trabalho... porque em Recife, ela estava realmente muito insatisfeita...


Sabe, voltando a Beu, ele continua vestindo o mesmo manequim (44) da época em que éramos casados... veio de bicicleta... Massa que num domingo ele esteja gastanto energia e ganhando cada vez mais saúde... As pernas continuam bem definidas... o resto também. Nos damos muito bem, mas ainda sinto que nos encontramos muito pouco... Choveu e a roupa dele tava molhada, aí peguei um jeans antigo...dele... estamos separados há uns 8, 9 anos...(risos) Na verdade eu nunca dei fim a esse jeans... nem sei ao certo se sabia que era dele... mas o fato é que serviu... e era dele... e ele reconheceu...


Tou agora ouvindo Dalto... Espelhos dágua, remember?

Chega por hoje!

Um comentário:

Márcia disse...

Oi, Guel!!

Muito legal sua iniciativa que além de todas as informações, ainda nos incentiva a participar da festa das letras. Parabéns e continue pois, como eu, deve haver várias escritoras e escritores sofrendo de timidez literária mórbida que é o me acomete neste momento.

beijo,

Márcia Barretto