segunda-feira, 22 de outubro de 2007

A net e o tempo...

Todo adulto já foi criança. Aí chega o dia em que devemos parar de brincar. E esse estabelicimento do que podemos e principalmente do que não podemos é cruel. Gera insatisfações e idas ao psi (pra quem pode pagar ou coisa similar).

Mas aí surgiu a net, e todas as possibilidades de brincadeira de adultos. Quantos agora, munidos de cam fazem sexo virtual continuamente, matando dois coelhos com uma punhetada só... é, porque tem dois aspectos a se considerar: levar alguém do real pra cama implica num monte de coisas que a net elimina e no virtual não tem DST, contas a pagar e nenhum tipo de compromisso ou afetividade.

As relações virtuais são "instantâneas" por excelência. Há um padrão de comportamento nos usuários que usam o bate-papo como forma de conhecer pessoas. Com elas não se "conhecem" de verdade, há pouca ounenhuma preocupação em manter uma "imagem". É, porque vivemos num mundo onde mantemos uma "imagem" que muitas vezes é completamente arquitetada.

Muita gente mente descaradamente. Aproveita pra ser como gostaria e não como de fato é. Mas o texto, se bem observado, denota a personalidade. E os mentirosos podem ser descobertos com facilidade.

Eu, por exemplo, não sou de perguntar muito, mas gosto de estimular a conversa, para que flua e a personalidade se mostre paulatinamente. Por exemplo, pessoas que nao podem dar nem o celular, normalmente são casados ou têm compromisso. Já os assumidamente casados, querem sexo, preferivelmente no primeiro encontro e nada de mais nada depois. Se o sexo fosse café, o sexo com pessoas que encontramos no real seria feito com pó, com direito a filtro e tal e o com os virtuais seria o café instatâneo, misturou, tá pronto. Eu não bebo café, não sei qual é o mais gostoso, mas acredito que é preciso tempo pra tudo... inclusive pra decidir "dar" pra alguém... mas isso não é o x da questão.

O tempo é a coisa mais relativa que existe pra mim. Na net ele não passa, ele simplesmente voa.
Então, é uma diversão solitária e compactuada, mas sem dúvida, prazerosa. Vejo pessoas nas lans completamente absorvidas naquele mundo próprio... longe de tudo e de todos, e , ao mesmo tempo, próximas dos outros que tb estão longe... Oh, que paranóia.

A net é o mundo das possibilidades. Vc entra no Orkut e tem comunidade de tudoque vc imaginar...com gente lá... gente de tudo que é tipo... é um mar de mentes... porque dificilmente as coisas não começam na mente.

Então, pra finalizar, que meu tempo tb escoa igual ao seu (ou de forma semelhante), vale lembrar que o que escrevemos não se perde. Especialmente o que escrevemos no blog.
Quero fazer mais interações... tou usando um tempinho pra isso. Tem um monte de gente que nem trabalha mais, só papeando e fantasiando no MSN... normal... quer dizer, não vou questionar a normalidade das relações virtuais. Não hj, que o tempo é curto.

Pô, ninguém lê esse blog... que coisa mais estranha!!!!

3 comentários:

rainha disse...

Eu leio! \o/

Achei esse texto mto legal e verdadeiro. A net é um mar de possibilidades, onde nos cabe "pescar" as coisas boas. :)
(Regina)

Amazona Virtual disse...

Ah, que bom que você lê!! Isso anima! O deserto da net ainda temmuita areia para mim! Bom saber que existem oásis como vc!

José Rosa Soares Filho disse...

Oi,

eu leio também, vc sabe 8:)

acho que estou com a mesma sensação que você, a da areia, com relação ao meu blog.

veja se este seu tem uma opção, na administração do blog, de ver as estatísticas, apesar de ser só um número, já indica se o blog foi acessado, agora comentar é só para poucos que têm coragem de interagir, mas é assim também no mundo real, não é mesmo ?

beijo grande, hoje coloco um link no meu blog para este seu !